Isto é uma projeção de quanto pode ter sido desviado de 01/01/2018 até este exato momento por: desfalque, falcatrua, negociata, traficância, velhacaria e corrupção.
Trilhões Bilhões Milhões Mil Reais Centavos
 
Denúncia - Maranhão
05 de Março de 2009, em Ribamar Fiquene - MA - R$ 15.000.000,00
Presos 25 suspeitos de desviar verbas públicas no Maranhão
A Polícia Federal (PF) afirma que desmontou, nesta quinta-feira (5), uma quadrilha suspeita de roubar mais de R$ 15 milhões de duas prefeituras do Maranhão. Segundo as investigações, a verba roubada pelo grupo era repassada às prefeituras pelo governo federal. No total, devem ser cumpridos 27 mandados de prisão e 38 de busca. Até o início da tarde, 25 prisões haviam sido efetuadas.
A quadrilha é suspeita de forjar notas fiscais para desviar verbas federais repassadas para as prefeituras das prefeituras de Senador La Rocque e Ribamar Fiquene.
O esquema era articulado, segundo a PF, por representantes das prefeituras e tesoureiros que sacavam o recurso das contas públicas sem observar os requisitos legais. Próximo à época da prestação de contas pelo Tribunal de Contas do Estado, era simulado um pedido de licitação com parecer favorável do assessor jurídico do município.
Toda a documentação necessária era preparada em escritórios de contabilidade de Imperatriz (MA). Os funcionários das prefeituras atestavam o recebimento de produtos, serviços e mediações necessárias para o pagamento. Finalmente, os processos de pagamentos eram preparados para que os saques ocorridos inicialmente fossem justificados.

A PF e a Controladoria Geral da União descobriram que pessoas simples foram usadas pela quadrilha para abrir empresas fantasmas. Uma única empresa aberta em nome de um lavador de carros desviou mais de R$ 1 milhão da merenda escolar. ?Ele só pediu o meu nome para abrir o nome da firma, em 2004", diz o lavador, que afirma não conhecer o município de La Rocque, onde a firma foi aberta.